anúncios

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Integrando o GLPI com OCS Inventory e com Active Directory (AD)

Após fazer a instalação e configuração do GLPI e OCS Inventory no servidor GNU/Linux Debian 8 (Jessie) conforme os dois posts anteriores, agora iremos fazer a integração do GLPI com OCS Inventory e GLPI com Actitve Directory (AD).

Observação: Antes de seguir os procedimentos abaixo, deve ter instalado e configurado o GLPI e o OCS Inventory respectivamente, da mesma forma que foi explicado nos dois posts anteriores.

Confere os dois posts anteriores:
Instalação e Configuração do GLPI

Instalação e Configuração do OCS Inventory

Integrando GLPI com OCS Inventory
Segue os procedimentos abaixo:
Download do plugin GLPI-OCS
#wget -c --no-check-certificate "http://forge.glpi-project.org/attachments/download/2106/glpi-ocsinventoryng-1.2.0.tar.gz"

Extrair o plugin GLPI-OCS no diretório do GLPI
#tar -xzvf glpi-ocsinventoryng-1.2.0.tar.gz -C /var/www/html/glpi/plugins/

Acessar no browser - http://IPSERVIDOR/glpi
Logue com o usuário glpi e a senha correspondente
Segue as etapas dos screenshots abaixo:
Clique em Plugins

Em seguida irá mostrar o plugin que foi extraído, bastando apenas clicar no botão Instalar

Clique no botão Habilitar e em seguida Clique no OCS Inventory NG

Clique na chave de fenda que representa Configurar

Clique no símbolo + que representa Adicionar

Preencha os campos solicitados com os dados do servidor OCS Inventory configurado

Após o preenchimento correto dos campos solicitados, deve aparecer no canto inferior direito uma caixa de informação "Item adicionado com sucesso: OCS Inventory"


A integração do GLPI com OCS Inventory está finalizada.

O próximo passo agora é integrar o GLPI com Active Directory (AD), então se caso você tenha o Active Directory (AD) ativo na rede e quer fazer a integração com GLPI, segue os procedimentos abaixo:
Integrando GLPI com Active Directory (AD)
Segue as etapas dos screenshots abaixo:
Clique em Autenticação

Clique em Diretório LDAP

Clique no símbolo + que representa Adicionar

Preencha os campos solicitados de acordo com os dados do Active Directory (AD) e em seguida clique no botão Adicionar

Feito!

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Instalando e Configurando OCS Inventory no Debian

O que é OCS Inventory ?

OCS Inventory é o acrônomo Open Computer and Software Inventory, é uma ferramenta sob licença GNU GPL, que permite os usuários ativos fazer o inventário de TI.

OCS NG coleta informações sobre hardware e software dos computadores da rede que executam o cliente OCS. OCS pode visualizar o inventário através da interface web.

Depois de conhecer o OCS Inventory e pra que ser serve, podemos seguir os procedimentos de instalação e configuração do OCS Inventory em seu servidor GNU/Linux Debian.

Observação: Testado no GNU/Linux Debian 8 (Jessie) e a versão do OCS Inventory é 2.1.2 até a data de publicação deste post.

Atualizando o repositório de pacotes
#apt-get update
Instalando os pacotes pré-requisitos necessários
#apt-get install apache2 libmysqlclient15-dev mysql-server php5 php5-gd php5-mysql php5-curl php5-imap php5-ldap

Instalando as dependências do OCS
#apt-get install libxml-simple-perl perl libio-compress-perl libdbi-perl libdbd-mysql-perl libapache-dbi-perl libnet-ip-perl libsoap-lite-perl libphp-pclzip libxml-parser-perl

Instalar o pacote CPAN manualmente
#perl -e shell -MCPAN
Confirme com yes.
No console do CPAN.
CPAN> install XML::Entities
Após concluir instalação, digite exit para sair do console do CPAN.
Reinicie o serviço do Apache para que as alterações sejam efetuadas.
#/etc/init.d/apache2 stop
#/etc/init.d/apache2 start


Criando o banco de dados ocs no MySQL
# mysql_install_db
# mysql -u root -p
Enter password: < digite a senha de root que foi definida na instalação do MySQL >
mysql> create database ocs character set utf8;

Criar o usuário ocs para o banco ocs
mysql> GRANT ALL PRIVILEGES ON *.* TO ocs@localhost IDENTIFIED BY 'senha_ocs' WITH GRANT OPTION; Query OK, 0 rows affected (0.00 sec)
mysql> quit


Download do OCS Inventory Server
Opcional: Criar um diretório ocs em Download
$mkdir /home/SEU-USUARIO/Downloads/ocs
$cd /home/SEU-USUARIO/Downloads/glpi/ocs
$wget -c "https://launchpad.net/ocsinventory-server/stable-2.1/2.1.2/+download/OCSNG_UNIX_SERVER-2.1.2.tar.gz"

Extrair o OCSNG_UNIX_SERVER para /opt
#tar -xzvf OCSNG_UNIX_SERVER-2.1.2.tar.gz -C /opt/

Setup de instalação do OCS Inventory
Acessar o diretório que foi extraído
#cd /opt/OCSNG_UNIX_SERVER-2.1.2/
Setar permissão no script setup.sh
#chmod +x setup.sh
Executar o script setup.sh
#./setup.sh

Responder as perguntas
Do you wish to continue ([y]/n)? [ENTER]
Which host is running database server [localhost] ? [ENTER]
On which port is running database server [3306] ? [ENTER]
Where is Apache daemon binary [/usr/sbin/apache2] ? [ENTER]
Which user account is running Apache web server [www-data] ? [ENTER]
Which user group is running Apache web server [www-data] ? [ENTER]
Setup will put OCS Inventory NG Apache configuration in this directory.
Where is Apache Include configuration directory [] ? /etc/apache2/conf-enabled
Where is PERL Intrepreter binary [/usr/bin/perl] ? [ENTER]
Do you wish to setup Communication server on this computer ([y]/n)? [ENTER]
Where to put Communication server log directory [/var/log/ocsinventory-server] ? [ENTER]
Where to put Communication server plugins configuration files [/etc/ocsinventory-server/plugins] ? [ENTER]
Where to put Communication server plugins Perl modules files [/etc/ocsinventory-server/perl] ? [ENTER]
Do you wish to setup Administration Server (Web Administration Console) on this computer ([y]/n)? [ENTER]
Do you wish to continue ([y]/n)? [ENTER]
Where to copy Administration Server static files for PHP Web Console [/usr/share/ocsinventory-reports] ? [ENTER]
Where to create writable/cache directories for deployement packages, administration console logs, IPDiscover and SNMP [/var/lib/ocsinventory-reports] ? [ENTER]

Rever o arquivo gerado /etc/apache2/conf-available/ocsinventory-reports.conf

Ajustes de parâmetros no PHP
#vim /etc/php5/apache2/php.ini
Linha 372: max_execution_time = 200
Linha 382: max_input_time = 200
Linha 393: memory_limit = 512M
Linha 660: post_max_size = 300M
Linha 810: upload_max_filesize = 300M
ESC + :x (salva e sai do editor Vim)

Ajustes de variáveis do OCS
#vim /etc/apache2/conf-enabled/ocsinventory-reports.conf
Linha 42: php_value post_max_size 300m
Linha 43: php_value upload_max_filesize 300m

Reiniciar o Apache
#/etc/init.d/apache2 restart

Criar o banco de dados ocsweb
# mysql -u root -p
Enter password: < digite a senha de root que foi definida na instalação do MySQL >
mysql> create database ocsweb character set utf8;


Criar o usuário ocsweb para o banco ocsweb
mysql> GRANT ALL PRIVILEGES ON *.* TO ocsweb@localhost IDENTIFIED BY 'senha_ocsweb' WITH GRANT OPTION;
Query OK, 0 rows affected (0.00 sec)
mysql> quit


Acesse no browser - http://IPSERVIDOR/ocsreports

Preencher os campos solicitados
Login MySQL: < ocsweb >
MySQL Password: < senha_ocsweb >
MySQL Database: < ocsweb >
Mysql Hostanme: < localhost ou o IP do servidor de banco de dados >

Após o preenchimento, será redirecionado para a página com status de instalação, clique em enviar, será redirecionado para outra página de finished, clique OCS-NG-GUI.
O usuário e senha default do OCS Inventory é admin/admin.
Observe que será recebido as mensagens de: SECURITY ALERT!
Your install.php exists in your installation directory.
The default SQL login/password is activate on your database: ocsweb
The default login/password is activate on OCS-NG GUI

1. Remover o arquivo install.php do diretório /usr/share/ocsinventory-reports/
#cd /usr/share/ocsinventory-reports/ocsreports/
#rm install.php


2. Alterar a senha de acesso ao banco de dados
#mysql -u ocs -p
Password: < digite a senha do usuário ocs >
mysql> SET PASSWORD FOR 'ocs'@'localhost' = PASSWORD('ocs_nova_senha');
Query OK, 0 rows affected (0.01 sec)
mysql> FLUSH PRIVILEGES;
Query OK, 0 rows affected (0.00 sec)
mysql> quit

#vim /usr/share/ocsinventory-reports/ocsreports/dbconfig.inc.php
Altere a linha 6 pela nova senha alterada anteriormente
Linha 6: define("PSWD_BASE","ocs_nova_senha");
ESC +:x (salva e sai do editor Vim)
#vim /etc/apache2/conf-available/z-ocsinventory-server.conf Altere a linha 31 pela nova senha alterada anteriormente
Linha 31: PerlSetVar OCS_DB_PWD ocs_nova_senha
ESC +:x (salva e sai do editor Vim)

3. Alterar a senha default do OCS Inventory
Na interface do OCS Inventory, em no ícone na chave, conforme o screenshot

Reinicie o Apache
#/etc/init.d/apache2 restart

No browser acesse - http://IPSERVIDOR/ocsreports
Logue com usuário admin e a nova senha alterada na etapa 3.
Observe que as mensagens de SECURITY ALERT não aparece, isso indica que foi resolvido.
Feito!

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Instalando e Configurando GPLI no Debian

O que é GLPI ?

GLPI é um acrônomo de Gestão Livre de Parque de Informática (Free Management of Computer Equipment), com licença GNU GPL.

O GLPI é uma excelente ferramenta para gestão de TI, com integração com OCS Inventory e também para HelpDesk.

Depois de conhecer o GLPI e pra que ser serve, podemos seguir os procedimentos de instalação e configuração do GLPI em seu servidor GNU/Linux Debian.

Observação: Testado no GNU/Linux Debian 8 (Jessie) e a versão do GLPI é 0.90 até a data de publicação deste post.

Atualizando o repositório de pacotes
#apt-get update
Instalando os pacotes pré-requisitos necessários
#apt-get install apache2 libmysqlclient15-dev mysql-server php5 php5-gd php5-mysql php5-curl php5-imap php5-ldap

Criando o banco de dados glpi no MySQL
# mysql_install_db
# mysql -u root -p
Enter password: < digite a senha de root que foi definida na instalação do MySQL >
mysql> create database glpi character set utf8;

Criar o usuário glpi para o banco glpi
mysql> GRANT ALL PRIVILEGES ON *.* TO glpi@localhost IDENTIFIED BY 'senha_glpi' WITH GRANT OPTION;
Query OK, 0 rows affected (0.00 sec)
mysql> quit


Download do GPLI
Opcional: Criar um diretório gpli em Download
$mkdir /home/SEU-USUARIO/Downloads/gpli
$cd /home/SEU-USUARIO/Downloads/glpi
$wget -c "https://github.com/glpi-project/glpi/releases/download/0.90/glpi-0.90.tar.gz"

Extrair o GPLI no diretório raiz do Apache
#tar -xzvf glpi-0.90.tar.gz -C /var/www/html
Setando usuário/grupo sendo o proprietário no diretório /var/www/html/glpi
#chown -R www-data:www-data /var/www/html/glpi Para evitar erros de permissão de escrita no arquivo de log, seta a permissão total temporariamente, apenas para instalação.
#chmod 777 -R /var/www/html/glpi/files
#chmod 777 -R /var/www/html/glpi/config


Setup de instalação do GLPI
No browser acesse - http://IPSERVIDOR/glpi

Segue as etapas conforme os screenshots abaixo:
Seleciona o idioma que deseja utilizar no ComboBox e clique no botão OK

Marque "Eu li e aceito sobre os termos da licença GNU GPL" e clique no botão Continuar

Como nesse caso é uma instalação limpa, então clique no botão Instalar

Verifique os resultados, estando OK, clique no botão Continuar

Informe os campos solicitados referente ao banco de dados, como IP do SGBD MySQL, Usuário e Senha.

Marque o banco cacti que foi criado anteriormente

Clique no botão Continuar

Instalação concluída, anote os usuários e senha default do GPLI e lembra de trocar por questão de segurança.

Faça o teste com os usuários e senha default do GPLI e aproveita para trocar a senha.


Por fim, remove ou faça backup do diretório /var/www/html/glpi/install
#cd /var/www/html/glpi
#mv install install_glpi_bkp
#mv install_glpi_bkp /home/SEU-USUARIO/Downloads/glpi


Pronto, você já tem o GLPI instalado no servidor Linux (Debian), caso queira fazer a integração com OCS Inventory, confere no post OCS Inventory
Feito!

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Instalando e Configurando MediaWiki no Debian

O que é MediaWiki ?

MediaWiki é uma ferramenta web com licença GNU GPL implementado em PHP com SGBD MySQL, desenvolvido por Magnus Manske, originalmente para uso no Wikipédia.

Atualmente é utilizado para compartilhamento de informação sobre determinado assunto.

Essa ferramenta pode ser útil para empresas de TI, assim os analistas, desenvolvedores, testers, possam compartilhar o pouco do conhecimento sobre algum assunto que conhece bem, dentre outras funcionalidades do sistema da empresa. Dessa forma a empresa terá um recurso rico de informações de conhecimentos de cada colaborador para eventuais consultas internas.

Depois de conhecer o MediaWiki e pra que ser serve, podemos seguir os procedimentos de instalação e configuração do MediaWiki em seu servidor GNU/Linux Debian.

Observação: Testado no GNU/Linux Debian 8 (Jessie) e a versão do MediaWiki é 1.25.3 até a data de publicação deste post.

Atualizando o repositório de pacotes
#apt-get update
Instalando os pacotes pré-requisitos necessários
#apt-get install apache2 libmysqlclient15-dev mysql-server php5 php5-gd php5-mysql php5-curl

Criando o banco de dados mediwiki no MySQL
# mysql_install_db
# mysql -u root -p
Enter password: < digite a senha de root que foi definida na instalação do MySQL >
mysql> create database mediawiki character set utf8;


Criar o usuário mediawiki para o banco mediawiki
mysql> GRANT ALL PRIVILEGES ON *.* TO mediawiki@localhost IDENTIFIED BY 'senha_mediawiki' WITH GRANT OPTION; Query OK, 0 rows affected (0.00 sec) mysql> quit

Download do MediaWiki
Opcional: Criar um diretório mediawiki em Download
$mkdir /home/SEU-USUARIO/Downloads/mediawiki
$cd /home/SEU-USUARIO/Downloads/mediawiki
$wget -c "http://releases.wikimedia.org/mediawiki/1.25/mediawiki-1.25.3.tar.gz"
#tar -xzvf mediawiki-1.25.3.tar.gz -C /var/www/html
#mv /var/www/html/mediawiki-1.25.3 mediawiki
#cd /var/www/html/mediawiki

Setando usuário/grupo sendo o proprietário no diretório /var/www/html/mediawiki
#chown -R www-data:www-data /var/www/html/mediawiki

Setup de instalação do MediaWiki
No browser acesse - http://IPSERVIDOR/mediawiki/mw-config
Segue as etapas conforme os screenshots abaixo:









Como indicado na última etapa, é necessário fazer o download do arquivo LocalSettings.php e mover para o diretório raiz da instalação do MediaWiki.

Caso você esteja configurando o servidor remotamente via SSH no Windows utilizando o software Putty (Client SSH for Win), uma forma de poder copiar o arquivo LocalSettings.php salvo no Windows para o servidor Linux, é utilizar o software WinSCP (Ferramenta de transferência remota de arquivo para Windows).

WinSCP - http://winscp.net/eng/index.php

Após o download e instalação do WinSCP, conecte no IP do servidor, informando o seu usuário e senha posteriormente.

Após fazer a transferência do arquivo LocalSettings.php de Windows para o servidor Linux, onde foi instalado o MediaWiki, agora no servidor Linux, pode usar o software Putty, se você estiver fazendo a configuração remotamente.

Acessar o diretório onde fez a transferência para o servidor Linux
#cd /home/SEU-USUARIO/DIRETORIO
Mover o arquivo LocalSettings.php para o diretório raiz da instalação do MediaWiki
#mv LocalSettings.php /var/www/html/mediawiki
Agora, pode acessar no browser -> http://IPSERVIDOR/mediawiki
Logue com seu usuário/senha e desfrute da ferramenta MediaWiki.
Feito!

terça-feira, 3 de novembro de 2015

OwnCloud - Criando sua própria nuvem privada no Linux

Se você procura uma ferramenta para compartilhamento de arquivos, documento, planilha, etc e pretende ter sua própria nuvem privada no seu servidor Linux como alternativa ao Dropbox, então você está no lugar certo.

Neste post será explicado passo a passo como instalar e configurar sua própria nuvem privada com o ownCloud.

Você deve se questionar, por que não usar o Dropbox ? A vantagem de ter sua própria nuvem privada é ter o maior controle e com menor custo possível.

O que é ownCloud ?

ownCloud é um software que torna fácil configurar uma nuvem privada em servidores de plataformas Windows, Linux, FreeBSD. Fornece uma área de armazenamento de dados, com opções de sincronização de arquivos, visualização e compartilhamento com outros usuários.

Com isso permite que os funcionários da empresa possa ter acesso a arquivos de qualquer lugar e o controle onde reside os dados é de sua propriedade.

Depois de conhecer o ownCloud e pra que ser serve, podemos seguir os procedimentos de instalação e configuração do ownCloud em seu servidor GNU/Linux Debian.

Observação: Testado no GNU/Linux Debian 8 (Jessie) e a versão do ownCloud é 8.2.0 até a data de publicação deste post.

Atualizando o repositório de pacotes
#apt-get update
Instalando os pacotes pré-requisitos necessários
#apt-get install apache2 libmysqlclient15-dev mysql-server php5 php5-gd php5-mysql php5-curl

Criando o banco de dados ownCloud no MySQL
# mysql_install_db
# mysql -u root -p
Enter password: < digite a senha de root que foi definida na instalação do MySQL >
mysql> create database owncloud character set utf8;


Criar o usuário owncloud para o banco owncloud
mysql> GRANT ALL PRIVILEGES ON *.* TO owncloud@localhost IDENTIFIED BY 'senha_owncloud' WITH GRANT OPTION; Query OK, 0 rows affected (0.00 sec) mysql> quit

Download do ownCloud
Opcional: Criar um diretório owncloud em Downloads
$mkdir /home/SEU-USUARIO/Downloads/owncloud
$cd /home/SEU-USUARIO/Downloads/owncloud
$wget -c "https://download.owncloud.org/community/owncloud-8.2.0.zip"


Extrair o ownCloud na raiz do Apache
#unzip owncloud-8.2.0.zip -d /var/www/html

Criar o diretório data no diretório /var/www/html/owncloud
#mkdir /var/www/html/owncloud/data

Setando usuário/grupo sendo o proprietário no diretório /var/www/html/owncloud
#chown -R www-data:www-data /var/www/html/owncloud/data

Aumentar o limite de uploads de arquivos no Apache que por default é 2MB
Editar o arquivo php.ini os parâmetros: upload_max_filesize e max_file_uploads
#vim /etc/php5/apache2/php.ini
Altere o tamanho de acordo com a necessidade e restrição do seu servidor na nuvem ownCloud
Linha 810: upload_max_filesize = 2M
Linha 813: max_file_uploads = 20
ESC + :x (salva e sai do editor Vim)

Setup de instalação do ownCloud
No browser acesse - http://IPSERVIDOR/owncloud
Preencha os campos solicitados, conforme o screenshot
Criar a conta de administrador
Escolha um nome de usuário e uma senha para administrador
Clica em Armazenamento & banco de dados, irá aparecer, o campo já preenchido da pasta de dados, que foi criado anteriormente.
Configurar o Sistema Gerenciador de Banco de Dados
Por default, o ownCloud utiliza o banco SQLite, mas no nosso caso será usado o MySQL, que foi criado o database e usuário owncloud no MySQL.
Então, selecionar MySQL/MariaDB, preencher o nome de usuário, senha, database, criado anteriormente, o IP do servidor do banco de dados, caso esteja no mesmo servidor, use localhost.
Clique no botão, Concluir configuração.


Com o preenchimento correto dos dados, será redirecionado no primeiro acesso ao ownCloud, conforme o screenshot.


A instalação e configuração do ownCloud está finalizada, porém se quiser aplicar segurança, utilizando o protocolo HTTPS, continue seguindo os procedimentos abaixo.

Configurando a segurança do ownCloud utilizando o protocolo HTTPS do Apache
Primeiro é necessário instalar o pacote openssl
#apt-get install openssl

Habilitar o módulo SSL
#a2enmod ssl

Reinicie o Apache
#service apache2 restart

Crie um VirtualHost ownCloud com suporte SSL
Para isso, acesse até o diretório /etc/apache2/sites-available/
#cd /etc/apache2/sites-available/
Copiamos o arquivo de exemplo para o novo
#cp default-ssl.conf owncloud-ssl.conf

Habilitar o VirtualHost criado
#a2ensite owncloud-ssl.conf

Fazer o reload do Apache
#service apache2 reload

Utilizando o OpenSSL para gerar a chave criptográfica e o seu certificado.
Gerar chave criptográfica
#openssl genrsa -des3 -out certificado.key 1024

Gerar o certificado personalizado
#openssl req -new -key certificado.key -out certificado.csr

Gerar um novo certificado que não solicite a passprhase ao reiniciar o Apache
#openssl rsa -in certificado.key -out certificado.key.insecure

Fazer uma cópia de segurança do certificado original
#mv certificado.key certificado.backup

Renomear o certificado sem senha para o nome padrão
#mv certificado.key.insecure certificado.key

Gerar o certificado final com a extensão .crt definindo o prazo de expiração e a chave criada anteriormente com extensão .key, ambos serão utilizados na configuração do Apache.
#openssl x509 -req -days 365 -in certificado.csr -signkey certificado.key -out certificado.crt

Copiar o arquivo do certificado e a chave para o local /etc/ssl/certs e /etc/ssl/private, respectivamente
#cp certificado.crt /etc/ssl/certs/
#cp certificado.key /etc/ssl/private/

Editar o arquivo owncloud-ssl.conf criado no VirtualHost Abrir o arquivo owncloud-ssl.conf com o editor texto de sua preferência, no meu caso é o Vim
#vim owncloud-ssl.conf

Na linha 32: SSLCertificateFile /etc/ssl/certs/certificado.crt
Na linha 33: SSLCertificateKeyFile /etc/ssl/private/certificado.key

ESC + :x (salva e sai do editor Vim)

Reiniciar o serviço do Apache
#/etc/init.d/apache2 restart
[ ok ] Restarting web server: apache2.


Agora para facilitar o acesso ao seus arquivos, instale os clientes disponíveis na página Install Clients com opções de Desktop Clients (Windows, Linux, MacOS) e Mobile Apps (Android, iOS).

Para poder ouvir músicas armazenadas no ownCloud, com o ampache é possível usar o serviço de transmissão de músicas (Music Streaming).
Primeiro, faça a instalação do pacote ampache no client Desktop ou client Mobile.
clients ampache
E depois acesse no endereço - http://SEUDOMINIO/owncloud/remote.php/ampache
Feito!

domingo, 1 de novembro de 2015

Instalando e Configurando o Moodle no Debian

O que é Moodle ?

Moodle (Modular Object Oriented Distance Learning) é um sistema gerenciamento para criação de curso EAD (Ensino a Distância). Também chamado de Learning Management System (LMS) ou Course Management System (CMS).

O moodle é um software livre de apoio à aprendizagem, pode ser instalado em diversas plataformas, Windows, Linux, MacOS, que tenham instalado o servidor web Apache, linguagem PHP e Sistema Gerenciador de Banco de dados MySQL ou PostgreSQL.

Seu desenvolvimento é de forma colaborativa por uma comunidade virtual, a qual reúne programadores, designers, administradores, professores e usuários do mundo inteiro e está disponível em diversos idiomas.

Esta plataforma vêm sendo utilizada não só como ambiente de suporte à Educação a Distância, mas também como apoio a cursos presenciais, formação de grupos de estudo, treinamento de professores.

Depois de conhecer o Moodle e pra que ser serve, podemos seguir os procedimentos de instalação e configuração do Moodle em seu servidor GNU/Linux Debian.

Observação: Testado no GNU/Linux Debian 8 (Jessie) e a versão do Moodle é 2.9.2 até a data de publicação deste post.

Atualizando o repositório de pacotes
#apt-get update
Instalando os pacotes pré-requisitos necessários
#apt-get install apache2 libmysqlclient15-dev mysql-server php5 php5-gd php5-mysql php5-curl

Criando o banco de dados Moodle no MySQL
# mysql_install_db
# mysql -u root -p
Enter password: < digite a senha de root que foi definida na instalação do MySQL >
mysql> create database moodle character set utf8;

Criar o usuário moodle para o banco moodle
mysql> GRANT ALL PRIVILEGES ON *.* TO moodle@localhost IDENTIFIED BY 'senha_moodle' WITH GRANT OPTION;
Query OK, 0 rows affected (0.00 sec)


Download do Moodle
Opcional: Criar um diretório moodle em Downloads
$mkdir /home/SEU-USUARIO/Downloads/moodle
$cd /home/SEU-USUARIO/Downloads/moodle

Versão em desenvolvimento 2.9+
$wget -c "http://sourceforge.net/projects/moodle/files/Moodle/stable29/moodle-latest-29.zip"

Extrair o Moodle na raiz do Apache
#unzip moodle-latest-29.zip -d /var/www/html/

Estrutura de diretórios do Moodle
config.php - contém as configurações básicas. Este arquivo não vem no Moodle, mas é criado durante o processo de instalação.
install.php - o script que deverá executar para criar config.php
version.php - define a versão atual do código do Moodle
index.php - a página principal do Moodle
admin/ - código para administração de todo o servidor
auth/ - módulos para autenticação de utilizadores
blocks/ - módulos para os pequenos blocos laterais em várias páginas
calendar/ - todo o código para mostrar e gerir calendários
course/ - código para mostrar e gerir disciplinas
doc/ - documentação e ajuda do Moodle (esta página incluída)
files/ - código para mostrar e gerir arquivos enviados
lang/ - mensagens de texto em diferentes línguas; um diretóriopor cada língua
lib/ - librarias do código básico do Moodle
login/ - código para criação e acesso às contas de utilizadores
mod/ - todos os módulos de disciplina no Moodle
pix/ - imagens genéricas do Moodle
theme/ - pacotes temáticos (theme/skins) para mudar a aparência do Moodle
user/ - código para mostrar e gerir a lista de utilizadores

Setup de instalação do Moodle
OBS: Para evitar erro de permissão ao criar o arquivo config.php durante o setup, então seta permissão total com o comando chmod 777 /var/www/html/moodle.
No browser acesse - http://IPSERVIDOR/moodle

Selecione a linguagem do seu país e clique no botão Next

Clique no botão próximo

Selecione o banco de dados e clique no botão Próximo

Preenche os campos solicitados com base do banco de dados instalado e clique no botão Próximo

Clique no botão Confirmar

Se estiver OK, como no screenshot, clique no botão Continuar

Se estiver Sucesso, como no screenshot, clique no botão Continuar

Preencha os campos solicitados e clique no botão Continuar

Preencha os campos solicitados e clique no botão Continuar

Por fim, será redirecionado para a página principal do Moodle, note que está com o usuário Administrador, criado anteriormente.


Lembra que foi setado permissão total no diretório /var/www/html/moodle? Apenas foi feito isso para evitar erro de permissão na criação do arquivo config.php no Setup do Moodle, mas agora que já foi instalado o Moodle, devemos alterar a permissão novamente para modo segurança, dessa forma chmod 775 /var/www/html/moodle.
Feito!